Qual tipo de material você procura no site?

Pesquise neste blog

sexta-feira, 23 de abril de 2010

15 invenções estúpidas

A revista Time recuperou de seu arquivo uma bela coleção de 30 invenções estranhas e (praticamente) inúteis:

- Uma metralhadora de cano curvo, perfeita para esquinas (1953)

- Maleta anti-furtos com fundo que deixa todo conteúdo cair no chão… só não sabem como evitar que o bandido junte o que caiu (1963)

- O escritor de ficção-científica e fundador da Igreja da Cientologia inventou um eletrômetro para detectar se tomates sentem dor. Aviso que não posso fazer piadas com a Igreja da Cientologia e suas bobag… por receio de ser processado. Eles processam todo mundo.

- Charles L. Langs inventou sutiãs sem suportes ou fios. E sua esposa não parece muito confiante com o sucesso.

- Uma sauna portátil também faz parte da lista. Tem até buracos para as mãos, permitindo que você leia um livro enquanto derrete.

- Estranhas gaiolas para bebês foram inventadas em 1937, e essas gaiolas eram para ser penduradas para fora de uma janela em um prédio. Segurança?! Ná.

- Um laringofone que evita barulhos exteriores transmite o som diretamente de sua garganta. Só não sei se você ficaria com uma voz de arroto.

- Prancha de surfe motorizada. Você pode fumar enquanto usa uma dessas em um lago calmo. Emoções 1000!

- Guarda-chuva para cigarros. Essa invenção maluca já existia em 1954!

- Dr. DeForest C. Jarvis inventou em 1959 uma mistura de mel e vinagre. Para aliviar dores, ele afirmava. Ou para nausear, dizem outros.

- Pneus iluminados! Em 1961 já existia o ´car tuning´. Será que patentearam? Faria sucesso hoje em dia!

- Capa para manter a maquiagem durante o banho. Vale pela foto sensual da modelo. Essa edição da revista deve ter sido um sucesso no banheiro…

- Gosta de fumar uma dezena de cigarros ao mesmo tempo? Inventaram algo como uma flauta para fumantes, isso em 1955

- Peitos artificiais com barulhos de batidas do coração… Japão, né?

- Em 1964 Claus Scholz inventou um robô que atende o telefone, mas não fala nada! Muito útil!
 
Fonte: Humor na Ciência

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua mensagem aqui!